Notícias

Estudantes do Módulo participam da campanha pela não violência


12
novembro 2019

Com o objetivo de despertar a conscientização de cada cidadão sobre a cultura da paz e a prática da não violência, os estudantes do curso de Pedagogia do Centro Universitário Módulo, promoveram no último dia 4/11, um encontro com o objetivo de debater a invisível violência psicológica que ainda afeta boa parte da população, sobretudo, os mais fragilizados socialmente e que inclusive foi relatada por várias estudantes em situações que vivenciaram esse tipo de experiência.

Em 2019, o município de Caraguatatuba por meio das secretarias municipais vem realizando a campanha dos 16 dias de atividades em prol do fim de todo tipo de violência e o Centro Universitário Módulo não podia ficar de fora. Dessa forma, os estudantes de pedagogia decidiram abordar a violência psicológica e tentaram mobilizar e conscientizar os demais cursos a participarem da iniciativa não apenas na universidade, mas durante a vida externa ao ambiente pedagógico.

O evento é realizado mundialmente, entre 25 de novembro, Dia Internacional da Não Violência contra a Mulher, e 10 de dezembro, data em que foi proclamada a Declaração Universal dos Direitos Humanos. As atividades promovidas pelo município de Caraguatatuba visam o enfrentamento de toda forma de violência contra a mulher, com campanhas que pretendem ainda promover o debate sobre os demais tipos de violências e estimular a cultura da paz e do convívio harmonioso entre todos, independentemente de classe social, gênero, grupo etário etc.

Assim, durante as atividades que foram iniciadas com o curso de pedagogia, relativas às ações que abordaram a violência psicológica, criou-se um ambiente seguro e oportuno onde os estudantes pensaram e apresentaram situações pelas quais os próprios foram submetidos a algum tipo de violência dessa natureza.

As experiências foram expostas por meio de frases e para trabalhar esse trauma, foi proposta a construção de poesias, por meio das quais se pretendeu superar dores e angústias que ainda assolassem aqueles que sofreram as violências reportadas. Dessa forma, o resultado do trabalho foi exposto em painéis, assim como foi efetuado o convite para toda a faculdade – professores, alunos e funcionários a participarem do projeto.

A exposição de painéis estará à mostra até o dia 14 de novembro, e terá como objetivo conscientizar os universitários, bem como o público em geral, para pensar a respeito do tema e analisar se os próprios estariam sendo vítimas deste tipo de violência, para assim buscarem a devida a ajuda para superar esse mal.

Veja fotos do evento: